sábado, 13 de junho de 2009

Depois de semanas com uma internet estragada, com técnicos chatos, tendo que formatar o sistema, eu finalmente consegui um pc novo, o que me fez perder TODOS os meus programas, TODAS as minhas traduções, TODAS as minhas fotos, TODAS as minhas músicas, blablabla.. e, ora, veja bem, você não vai querer saber de tudo. Mas faremos o possível para que o capítulo 22 saia o mais rápido possível.
Em meio a tanta confusão, o primeiro volume de Yamato que eu reservei chegou.
Em inglês, claro. ou você achou mesmo que as editoras brasileiras, em tão pouco tempo trariam ele pra cá? Não mesmo.
Claro, como eu não tenho uma câmera que preste, as fotos nem tão boas. Desculpem pela péssima qualidade, mas foi o que eu pude.
Aposto que ninguém viu essa contra capa antes. Ou não viram, ou poucos viram. Bem, eu, particularmente ANTES de ter o meu primeiro volume de Yamato, nem desconfiava da existência dessa capa. Na verdade é o sumário. Vocês sabem, tipo, como quando compram um dvd e lá atrás vem a sinopse do filme.
Aqui é a capa, com o Kyohei. Dã, isso vocês já sabem. Acho que.. Nessa capa, a Tomoko se inspirou numa foto do Kiyoharu, que ele tá bem nessa posição, com o mesmo estilo de roupa. Mas a Tomoko não se inspirou no Kiyoharu pra fazer o Kyohei. Na verdade, ela diz que criou o Yuki se inspirando no Kiyoharu quando tava na banda feminism, e, se você tiver o interesse, vai achar no Flickr. Maaas, como eu sou boazinha, mais tarde eu posto uma comparação. Não dá pra dizer que é profissional, até porque eu não sou a rainha do photoshop. linda e absoluta, diga-se de passagem. q
Essa é uma página extra, com agradecimentos especiais da Tomoko aos seus amigos, sua mãe, que, segundo ela ajudou na colorização das capas, e alguns pequenos trechos que ela fez falando de algumas bandas que ela curte muito, tipo "Risk" e outras. Pelo que deu pra perceber, a Tomoko curte um visual kei pra caramba.
Já nessa página aqui, a Tomoko tava dizendo que a idéia era criar um mangá de "como ser", de transformação. "Será que a protagonista, Sunako, irá se tornar brilhante e feliz? Nem mesmo eu sei a resposta", disse ela. Também tem sobre a autora, dizendo que, como o gênero mais usado por ela era romance, então ela decidiu juntar suas coisas favoritas, que eram Nightmare Before Christmas, e filmes de Samurai, e, ainda, colecionar caveiras. Depois, ela teve a original idéia de criar uma protagonista com baixa auto-estima, juntou tudo isso, e daí surgiu Yamato, Sunako, e as criaturas brilhantes.
E aqui, eu deixei um pouco da Sunako, CLARO. Falando nisso, a página do mangá é beeeeem grossinha. boa mesmo. Nem se compara aos daqui. super grossinho, e a qualidade então.. nossa. Incrível, só pegando pra sentir. Realmente..valeu mesmo a pena. Melhor compra que eu já fiz na minha vida. E com certeza ainda compro o segundo. E, quem sabe algum dia alguma editora brasileira faça o favor de licenciar esse magnífico mangá no Brasil.
Mas, até ele chegar.. Já bati as botas.

4 comentários:

  1. è tão dificil achar aqui no Brasil alguém que goste de Yam ato,eu amo de paixão e leio o manga em inglês pelo site do Onemanga,como é que você conseguiu comprar esse dai em inglês?é muito caro?porque tem que pagar frete e tudo mais né?sei lá,eu acho que não teria graça elaq se tornar brilhante,ela já é linda,ela só não sabe,a chibi sunako é ótima!ela teria que se tornar um pouco mais confiante e só!já pensou ela se livrar do Hiroshi-kun?tadinho!kisses!

    ResponderExcluir
  2. V6 não irão mais fazer a tradução ??

    ResponderExcluir
  3. eu acompanho a tradução dos capitulos no site http://projetoyamatonadeshiko.blogspot.com.br/, e estou desesperada pela continuação quando vc vão traduzir os próximos?

    ResponderExcluir